Pós-graduação na Irlanda: conheça os programas de bolsa de estudo

Saiba como fazer uma pós-graduação na Irlanda e garanta sua bolsa de estudos

Qualidade de vida, segurança, clima hospitaleiro, vida noturna agitada e excelentes universidades são os principais motivos para muitos brasileiros que estão buscando oportunidades de fazer cursos de pós-graduação na Irlanda.

Com paisagens deslumbrantes, a Irlanda é uma excelente opção para quem deseja melhorar seu currículo acadêmico e ainda disputar melhores oportunidades de trabalho, já que o país é um dos poucos que permitem as atividades de trabalho e estudo simultaneamente, em alguns casos.

A pós-graduação na Irlanda vai deixar o seu currículo mais completo.

Dublin, capital da Irlanda. (Foto: Divulgação)

Dicas de como conseguir bolsa para pós-graduação na Irlanda

Você quer estudar na Irlanda com bolsa de estudo? Então veja a seguir algumas orientações importantes:

Proficiência em Inglês

Para cursar uma pós-graduação na Irlanda o estudante deve ser fluente em inglês e poder comprovar isso através da aprovação nos testes de proficiência como TOEFL e IELTS. Além disso, deve preencher as qualificações exigidas pelo curso escolhido e apresentar seus documentos acadêmicos com tradução juramentada.

Visto de estudo

Os cursos de pós-graduação na Irlanda, em geral, permitem que a pessoa solicite o visto de estudante desde que seja um curso autorizado pelo governo e pela imigração. Existe uma lista divulgada pelo governo, Lista ILEP, e atualizada a cada seis meses aproximadamente, onde constam todos os cursos e instituições de ensino aprovados. São mais de 5 mil cursos incluídos e a lista está organizada em ordem alfabética para facilitar a pesquisa.

É importante que você verifique se, além da instituição de ensino, o curso escolhido também está nessa lista para garantir que você poderá solicitar o visto de estudo sem problemas.

No caso das pós-graduações, que são cursos de longa duração (mais de 25 semanas), o visto de estudo concedido (Stamp 2) também dá permissão para trabalhar legalmente na Irlanda por até 20 horas semanais durante o período letivo e até 40 horas nos períodos de férias. Esse visto tem a duração de 8 meses e pode ser renovado até três vezes.

Outro visto muito desejado (Stamp 1G) é concedido para pessoas que concluam cursos superiores de nível QQI 8 a 10, que são diploma superior, pós-graduação/ mestrado e Doutorado. Nesses casos o estudante tem uma extensão de 1 ano no visto de trabalho (QQI 8 e 9) ou de 2 anos (QQI 10).

Custos de uma pós-graduação na Irlanda

Para quem não tem passaporte Europeu os custos de um curso de pós-graduação na Irlanda podem ser bem altos nas principais universidades. Isso acontece porque muitas instituições cobram o dobro do valor para quem não é europeu. Mas é possível encontrar universidades que oferecem valores e opções de pagamento bem mais acessíveis.

Então uma dica importante é pesquisar o curso escolhido em todas as universidades que o ofereçam para garantir que você irá encontrar o melhor valor e opção de pagamento.

Bolsas de Estudo na Irlanda

Quem não pode pagar por um curso deve se inscrever nos programas de bolsas de estudo. (Foto: Divulgação)

Os altos valores cobrados pelos cursos de pós-graduação na Irlanda são a principal dificuldade para quem deseja se candidatar, mas podem não ser empecilhos definitivos se a pessoa se inscrever nos programas de bolsas de estudos que várias instituições oferecem para alunos não europeus. Vamos conhecer algumas opções:

Dublin Institute os Technology (DIT)

A universidade concede bolsas de estudo para cursos de pós-graduação em áreas de negócios, marketing, engenharia, ciências, saúde e artes.

University College Dublin (UCD)

Uma das principais instituições de ensino do país oferece bolsas de estudos para brasileiros que desejam cursar pós-graduação. Normalmente são oferecidas bolsas de 50 a 100%.

NUI Galway

Também oferece bolsas de estudos para estudantes não europeus. O benefício pode chegar a 100% (são poucas vagas para bolsa integral) para cursos de graduação e pós-graduação.

É importante entrar nos sites das instituições e verificar as condições necessárias para a candidatura às bolsas de estudos, assim como os prazos de inscrições que são diferentes. Lembre-se que o ano letivo nos países do hemisfério norte é diferente do nosso, sendo que as aulas começam em setembro de cada ano.

Comente